Cursos

Home Cursos
Voltar

Urgências e Emergências Obstétricas para Profissionais da Região Norte do Brasil - 2021

Unidade/ofertante: Instituto Leônidas & Maria DeaneIA Telefone: (92) 3621-2357/2375/2420 Email: posgrad.ilmd@fiocruz.br
C Capacitação/Cursos Livres
À distância
Aguarde Novas Inscrições

Sobre o curso

Considerando a elevação dos índices de morte materna e neonatal no Brasil, o aumento de pré-natal precário ou inadequado, condições inseguras para o parto, morbidade e mortalidade materna ou neonatal, após a instalação da pandemia de Covid-19,o Fundo de População das Nações Unidas uniu esforços com a Fiocruz e o Statera Cursos e Consultoria na realização de um curso autoinstrucional à distância para profissionais de saúde visando atualização para a melhoria da assistência ao pré-natal, assistência ao parto e urgências e emergências. Capacitando assim os profissionais para que atuem em prol do diagnóstico precoce de comorbidades e redução da razão de mortalidade materna e neonatal.

AVISO AOS ALUNOS SELECIONADOS: acesse o AVA a partir de 22/10/2021.



Sobre
Considerando a elevação dos índices de morte materna e neonatal no Brasil, o aumento de pré-natal precário ou inadequado, condições inseguras para o parto, morbidade e mortalidade materna ou neonatal, após a instalação da pandemia de Covid-19, o Fundo de População das Nações Unidas uniu esforços com a Fiocruz Amazônia, Fiocruz Pernambuco e o Statera Cursos e Consultoria para a realização de um curso autoinstrucional à distância para profissionais de saúde visando atualização para a melhoria da assistência ao pré-natal, assistência ao parto e urgências e emergências. Capacitando assim os profissionais para que atuem em prol do diagnóstico precoce de comorbidades e redução da razão de mortalidade materna e neonatal.

Coordenação 
  • Prof. Dr. Julio Cesar Schweickardt - ILMD/Fiocruz Amazônia
  • Profª. Drª. Camila Pimentel Lopes de Melo - IAM/Fiocruz Pernambuco

Inscrições
De 15/09 até 15/10/2021. Acesse a área de inscrições para preencher o formulário.
OBSERVAÇÃO: pedimos que atentem para o preenchimento dos campos em "Atividade Profissional" no formulário pois as inscrições serão analisadas com base nas informações fornecidas nestes campos.

Período de Realização do Curso
Outubro de 2021 a Março de 2022
 
Público-alvo
Profissionais de saúde de assistência ao ciclo gravídico-puerperal prioritariamente dos municípios dos estados do Amazonas e Roraima, e em seguida, dos demais estados da Região Norte.
  
Número de vagas: 500 vagas.
O preenchimento das vagas obedecerá aos critérios abaixo:
  • Ser trabalhador da saúde com atuação na assistência ao ciclo gravídico-puerperal;
  • Trabalhadores com formação na área da saúde: técnico, graduação e outros níveis;
  • Parteiras Tradicionais com vínculo em Unidades de Saúde;
  • Ser prioritariamente do Estado do Amazonas ou de Roraima; em seguida ser da Região Norte.
Local de realização
Oferta através do Ambiente Virtual de Aprendizagem do Campus Virtual da Fiocruz (AVA-FIOCRUZ).

Carga Horária
O curso terá uma carga horária total de 60 horas.

Turno(s) de funcionamento
Integral (EAD)

Metodologia
O curso é autoinstrucional. Cada aluno acessa o conteúdo (cartilhas, videoaulas) diretamente na plataforma de ensino do Campus Virtual. Será disponibilizado um contato para as dúvidas, que serão respondidas pelos docentes responsáveis e pela coordenação do curso. Além disso, será disponibilizada uma bibliografia básica para cada conteúdo.
 
Frequência 
A frequência do curso pode ser verificada no próprio ambiente do AVA. O aluno é quem define o ritmo e o tempo de estudo, podendo avançar ou retornar nos módulos da plataforma. Para ser considerado aprovado por frequência, o aluno deverá ter cursado, no mínimo, 75% dos módulos, de acordo com a Resolução do CNE/CES nº. 1, de 03 de abril de 2001.

Certificados
Todos os alunos que finalizarem o curso receberão certificado de participação, o qual será gerado automaticamente pelo CAMPUS VIRTUAL DA FIOCRUZ – CVF. O documento será enviado para o e-mail cadastrado no ato da inscrição.  

 
Melania Amorim: Médica formada pela UFPB (1989), com residência médica em Ginecologia e Obstetricia no IMIP (1992) e Título de Especialista em Ginecologia e Obstetricia (TEGO) pela Febrasgo (1992). Mestra em Saúde Materno-Infantil pelo IMIP (1995) e Doutora em Tocoginecologia pela Unicamp (1998). Tem pós-doutorado em Saúde Reprodutiva na OMS (2009) e em Tocoginecologia na Unicamp (2010). É Membra da Febrasgo, do ACOG, da Rede Feminista de Ginecologistas e Obstetras e da Rede Médica pelo Direito de Decidir. Feminista, ativista pelos direitos sexuais e reprodutivos. Bolsista de produtividade em pesquisa 1D do CNPq. 
 
Leila Katz: Concluiu Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1996, fez residência em Ginecologia e Obstetrícia no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), com término em 1999. Tem mestrado em Saúde Materno-Infantil pelo IMIP (2002) e doutorado em Tocoginecologia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2007). Atualmente é coordenadora da UTI obstétrica do IMIP e do Espaço Aconchego (PPP). Professora da pós-graduação (mestrado e doutorado) em Saúde Materno-Infantil do IMIP de Recife/PE. Coordena o Serviço de Obstetrícia do Hospital da Mulher do Recife (Recife/PE). Docente da Capacitação em Parteria Urbana pelo Cefapp desde 2012. Tem experiência em condução de ensaios clínicos e os seus principais interesses são: terapia intensiva em obstetrícia, humanização do parto e nascimento, medicina baseada em evidências e gravidez de alto-risco. Atuação há 20 anos no movimento pela Humanização do Parto e Nascimento.  Membro da ReHuna – Rede pela Humanização do Parto e Nascimento.
 
Tatianne Cavalcanti Frank: Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE (1998). Especialização em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2004). Mestre em Enfermagem pela Universidade Estadual de Maringá (2011). Atualmente é docente em diversas pós-graduações lato sensu. Organizadora da Capacitação em Parteria Urbana: Atenção ao Parto Domiciliar (RECIFE/PE). Atua no atendimento de partos domiciliares planejados com a Equipe DeMáter. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem Obstétrica, atuando principalmente nos seguintes temas: pré-natal, parto humanizado, parto domiciliar, recém-nascido. Idealizadora e organizadora do Projeto Fale com a Parteira - Grupo Voluntário em Teleorientações em Enfermagem Obstétrica. Integrante do Statera Cursos e Consultoria em Recife/PE.
 
Roxana Knobel: Possui graduação em Medicina (1993) e residência médica em Ginecologia e Obstetrícia (1996) pela Universidade Estadual de Campinas, especialização em medicina chinesa e acupuntura pela Escola Paulista de Medicina (1996); mestrado (1997) e doutorado (2002) em Ciências Médicas pela Universidade Estadual de Campinas, pós-doutorado em enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005) e especialização em educação para as profissões da saúde pela Universidade Federal do Ceará (2014). Atualmente é professora associada do curso de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina e na residência médica de ginecologia e obstetrícia no Hospital Universitário de Florianópolis, SC. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Ginecologia e Obstetrícia, atuando principalmente nos seguintes temas: parto, parto humanizado, evidências em obstetrícia, morte materna, saúde pública e educação médica.

Ana Paula Caldas: Pediatra e neonatologista pela UNICAMP. Ativista pela humanização do parto e do atendimento ao recém-nascido. Atua no Grupo Samaúma - Maternidade Consciente.

Giordana Campos Braga: Docente do Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP), é ginecologista e obstetra, tendo realizado residência médica no IMIP-PE, fez Mestrado e Doutorado em Tocoginecologia pela Universidade de São Paulo (FMRP). Tem título de especialista em Medicina de Família e Ginecologia e Obstetrícia, e é Professora da Pós-graduação de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FMRP), com experiência na área de Saúde Reprodutiva e Atenção Primária à Saúde, na linha de pesquisa Promoção de Saúde e Prevenção de Agravos.
Objetivo educacional geral:
  • Fortalecer profissionais do setor saúde com vistas à redução da mortalidade materna. 
Objetivos educacionais específicos:
  • Atualizar profissionais de saúde no diagnóstico precoce de comorbidades durante a gestação e manejo adequado dessas mulheres para assim evitar a morbimortalidade materna e os agravos ao concepto;
  • Atualizar profissionais de saúde para a assistência humanizada ao parto baseada nas evidências científicas mais recentes.
  • Atualizar profissionais de saúde nos sinais de alerta das principais situações de urgências e emergência, bem como nas melhores formas de manejo das mesmas para assim evitar a morbidade materna e os agravos ao concepto.Atualizar profissionais de saúde sobre o manejo de gestantes com COVID-19 no trabalho e UTI.


Ementa do curso:
Os indicadores de morbidade e mortalidade materna e neonatal no Brasil. Predição e prevenção de pré-eclâmpsia. Manejo da pré-eclâmpsia. Diabetes gestacional. Infecção do Trato Urinário (ITU). Sífilis na gestação. HIV na gestação. Hepatites na gestação. Úlceras genitais na gestação. Assistência ao parto em tempos de Covid-19 Manejo da covid-19 em UTI. Monitorização fetal intraparto. Partograma e seus tempos. Distocia de ombros. Entraves no parto. Montando um kit básico de assistência ao parto. Atendimento inicial e protocolos para transferência (tempos necessários, cuidados, incluir TAN, adequando a realidade local). Reanimação neonatal (Bases da Reanimação Neonatal para Profissionais de Obstetrícia, Asfixia Primária e Secundária, Protocolos e Reanimação Neonatal). Parto Pélvico. Hemorragia pós-parto e retenção placentária. Balão intrauterino e b-lynch. PCR e RCP na gestação. Reconhecimento e atendimento básico ao choque séptico. Intercorrências intraparto: Sangramento no TP. Ruptura uterina. Prolapso de cordão. Embolia por Líquido Amniótico Montando um kit básico de emergências.