Cursos

Home Cursos
Voltar

Curso de Formação de Agentes Populares de Saúde no Enfrentamento ao COVID-19 - 1º Oferta

Unidade/ofertante: Fiocruz Brasília Telefone: (61) 3329-4500 Email: secad@fiocruz.br
C Capacitação/Cursos Livres
Semi Presencial
Aguarde Novas Inscrições

Sobre o curso

O Brasil enfrenta a maior crise sanitária da sua recente história democrática, que vem atingindo populações dos mais diversos territórios em todas as dimensões da vida: econômicas, ambientais, sociais e humanas, causando impactos na saúde, principalmente, nas populações mais vulneráveis. O crítico cenário atual demanda uma ação institucional e da sociedade civil, alinhadas com a defesa da vida e com os valores humanitários que regem nossa democracia. Neste contexto, a Fiocruz Brasília cumprindo com seu papel institucional e responsabilidade social a garantia do direito à saúde e com a efetivação do Sistema Único de Saúde (SUS), vem buscando contribuir com o processo de enfrentamento da pandemia, apostando na mobilização e articulação de saberes, práticas, espaços e segmentos sociais, por meio da implementação da Plataforma de Inteligência Cooperativa com Atenção Primária à Saúde (PICAPS) e do Radar de Territórios Covid-19 no Distrito Federal. Uma das dimensões da PICAPS, que se configura em uma ação colegiada entre Fiocruz BSB, Universidade de Brasília (UnB), Secretaria de Estado da Saúde (SES-DF) e Conselho de Saúde do Distrito Federal (CSDF), tem sido a promoção da Vigilância Popular em Saúde. O Curso de Formação de Agentes Populares de Saúde é a segunda etapa do processo de mobilização, articulação e formação para implementação da Vigilância Popular em Saúde no enfrentamento da COVID 19. É desenvolvido pela Fiocruz Brasília em parceria com um conjunto de movimentos sociais populares, redes sócio técnicas, conselhos de saúde e coletivos, em especial a Campanha Nós por Nós (NPN) contra o Coronavírus, desenvolvida no Distrito Federal como um braço da Campanha Nacional Periferia Viva. É uma iniciativa cunhada no contexto de ações de educação popular idealizadas pela Campanha Periferia Viva, a qual no DF, faz parte da Campanha de Solidariedade Nós por Nós (NPN) contra o Coronavírus, em vista de ampliar a capacidade de resposta à atual pandemia, que vem se alastrando de forma acelerada, em especial, em contextos de aglomerados urbanos com pouca infraestrutura. As seguintes entidades e organizações vêm construindo esta estratégia de solidariedade: Levante Popular da Juventude, Consulta Popular, Família Hip Hop, Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos - MTD, Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores Sem Terra - MST, Rede de Médicas e Médicos Populares, Evangélicos por Justiça - EPJ, Movimento Popular de Moradia do DF - Amora e DCE-UnB, Movimento dos Trabalhadores Trabalhadores Rurais, Gt de EPS da ABRASCO, Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn). A formação de Agentes Populares de Saúde já vem sendo desenvolvida em outros Estados do Brasil e parte da necessidade de disseminar conhecimentos sobre o novo coronavírus, formas de prevenção e cuidados, assim como sobre os direitos fundamentais para que haja possibilidade de manter um distanciamento social no contexto da COVID-19. A gestão do curso, que envolve coordenação pedagógica, infraestrutura, logística, comunicação e mobilização, será feita pelas entidades que articulam a Campanha NPN, em parceria com a Direção de Brasília da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz e a Universidade de Brasília – UnB. A formação será conduzida por profissionais de

O Curso de Formação de Agentes Populares de Saúde é a segunda etapa do processo de mobilização, articulação e formação para implementação da Vigilância Popular em Saúde no enfrentamento da COVID 19.

É uma iniciativa cunhada no contexto das ações de educação popular idealizadas em vista de ampliar a capacidade de resposta à atual pandemia e suas consequências, em especial, em territórios com baixa infraestrutura, com populações em situação de vulnerabilidade social.
As consequências dessa, que é a maior crise sanitária da sua recente história, tem atingido as múltiplas dimensões da vida: econômicas, ambientais, sociais e humanas, causando impactos na saúde, principalmente, nas populações mais vulnerabilizadas e empobrecidas. Este crítico cenário demanda uma ação institucional e da sociedade civil, alinhadas com a defesa da vida e com os valores humanitários que regem nossa democracia. Neste contexto, a Fiocruz Brasília, cumprindo seu papel institucional e sua responsabilidade social com garantia do direito à saúde e com a efetivação do Sistema Único de Saúde (SUS), vem buscando contribuir com o processo de enfrentamento da pandemia, apostando na mobilização e articulação de saberes, práticas, espaços e segmentos sociais, por meio da implementação da Plataforma de Inteligência Cooperativa com Atenção Primária à Saúde (PICAPS) e do Radar de Territórios Covid-19 no Distrito Federal.
        A PICAPS se configura em uma ação colegiada entre Fiocruz BSB, Universidade de Brasília (UnB), Secretaria de Estado da Saúde (SES-DF) e Conselho de Saúde do Distrito Federal (CSDF) e tem sido um espaço de apoio à promoção da Vigilância Popular em Saúde.
               A formação de Agentes Populares de Saúde é a principal estratégia traçada para estimular ou promover a vigilância popular em saúde. Vem sendo desenvolvida em outros Estados do Brasil e no DF algumas turmas já foram implementadas. Parte da necessidade de disseminar conhecimentos sobre o novo coronavírus, formas de prevenção e cuidados, assim como sobre os direitos fundamentais para que haja possibilidade de manter um distanciamento social no contexto da COVID-19.
                O Curso será semipresencial, tendo atividades pedagógicas assíncronas, como também atividades práticas nos respectivos territórios onde os educandos atuam.
Espera-se que por meio da participação neste processo formativo, possamos lhe ofertar um espaço propício para partilha de vivências, referenciais metodológicos, trocas e encontros na perspectiva de construção de uma rede de educadores que venha a potencializar sua ação educativa.
Conteúdo da página de apresentaçãoCÉ desenvolvido pela Fiocruz Brasília em parceria com um conjunto de movimentos sociais populares, redes sociotécnicas, conselhos de saúde e coletivos, em especial, a Campanha Nós por Nós (NPN) contra o Coronavírus, desenvolvida no Distrito Federal (DF) como um braço da Campanha Nacional Periferia Viva.
Dentre os parceiros podem ser citados: 
Levante Popular da Juventude, Consulta Popular, Família Hip Hop, Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos - MTD, Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores Sem Terra - MST, Rede de Médicas e Médicos Populares, Evangélicos por Justiça - EPJ, Movimento Popular de Moradia do DF - Amora e DCE-UnB, Movimento dos Trabalhadores Trabalhadores Rurais, Gt de EPS da ABRASCO, Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn).
onteúdo da página de organizaçãoA programação será construída junto aos educandos inscritos, tendo carga horária distribuída entre atividades virtuais e presenciais. Os momentos presenciais contemplarão os seguintes eixos temáticos: 
Módulo 1 - Quem somos nós? O que conhecemos sobre o vírus?  Vacina, um direito de todos e de todas!
Módulo 2 - Como cuidar da minha comunidade? 
Módulo 3 - Direitos Sociais, acesso aos serviços e às Políticas Públicas

A implementação será iniciada a partir do dia 15 de outubro de 2021.

Conteúdo da página de programação