Cursos

Home Cursos
Voltar

A História da Genética e de seus impactos - 1º Oferta

Unidade/ofertante: Casa de Oswaldo Cruz Telefone: Tel: (21) 3865-2121 / 3865-2234
C Capacitação/Cursos Livres
Presencial
Aguarde Novas Inscrições

Sobre o curso

A Oficina é parte do evento História da genética e de seus impactos: Curso, Seminário e Oficina organizado pelo PPGHCS. A Oficina volta-se diretamente aos alunos de pós-graduação que poderão discutir seus projetos de mestrado e doutorado com professores convidados. A oficina terá uma dinâmica de apresentação de pesquisas seguidas de arguição de debatedores previamente definidos. Os impactos sociais das pesquisas em genética desenvolvidas desde 1900 estão entre os mais intensos que a ciência moderna já produziu. Não é possível compreender a agricultura nas últimas décadas sem analisar o melhoramento de plantas, sementes e animais por meio de técnicas da genética. Nós não podemos discutir a medicina contemporânea sem nos referir as pesquisas sobre a origem genética de doenças. Atualmente, alimentos geneticamente modificados e debates sobre aborto de bebês com desordens genéticas são exemplos de como o desenvolvimento científico na área levanta temas controversos. Ao lado do enorme impacto econômico e social, a genética implica em complexas questões éticas. Assim, o estudo da sua história e dos usos da hereditariedade humana – frequentemente com propósitos eugênicos – é crucial para historiadores da ciência e da saúde. O propósito da Oficina é proporcionar a mestrandos e doutorandos um espaço de reflexão e debates sobre as pesquisas que estão desenvolvendo e que, direta ou indiretamente, se relacionem à história da genética e de seus impactos.

A Oficina é parte do evento História da genética e de seus impactos: Curso, Seminário e Oficina organizado pelo PPGHCS.
A Oficina volta-se diretamente aos alunos de pós-graduação que poderão discutir seus projetos de mestrado e doutorado com professores convidados. A oficina terá uma dinâmica de apresentação de pesquisas seguidas de arguição de debatedores previamente definidos.
Os impactos sociais das pesquisas em genética desenvolvidas desde 1900 estão entre os mais intensos que a ciência moderna já produziu. Não é possível compreender a agricultura nas últimas décadas sem analisar o melhoramento de plantas, sementes e animais por meio de técnicas da genética. Nós não podemos discutir a medicina contemporânea sem nos referir as pesquisas sobre a origem genética de doenças. Atualmente, alimentos geneticamente modificados e debates sobre aborto de bebês com desordens genéticas são exemplos de como o desenvolvimento científico na área levanta temas controversos. Ao lado do enorme impacto econômico e social, a genética implica em complexas questões éticas. Assim, o estudo da sua história e dos usos da hereditariedade humana – frequentemente com propósitos eugênicos – é crucial para historiadores da ciência e da saúde.
O propósito da Oficina é proporcionar a mestrandos e doutorandos um espaço de reflexão e debates sobre as pesquisas que estão desenvolvendo e que, direta ou indiretamente, se relacionem à história da genética e de seus impactos.
Objetivo Geral:
A oficia tem como objetivo ser um espaço de debate sobre os trabalhos produzidos por discentes que abordem os temas discutidos durante o evento.
É uma experiência de imersão dos alunos em temática correlata a seus trabalhos.
 
Metodologia:
A oficina consistirá em um debate do trabalho dos alunos inscritos. O professor do curso Theodosius ‘Juan’ Dobzhansky's Role in Latin American Genetics, William deJong-Lambert, e os palestrantes do seminário que ocorrerá nos dias 12 e 13 de agosto, se revezarão como debatedores dos trabalhos. Assim, além de William deJong-Lambert, serão leitores dos trabalhos: Juliana Manzoni Cavalcanti (Fiocruz), Claude-Olivier Doron (Université Paris Diderot), Marcos Chor Maio (Fiocruz), Ana Carolina Vimieiro Gomes (UFMG), Vanderlei Sebastião de Souza (UniCentro-PR) e Robert Wegner (Fiocruz).
 
 Coordenador do Curso: Robert Wegner 
Inscrição: 02 de julho a 29 de julho de 2019 
Período: 15 de agosto (5ª. feira) e 16 de agosto (sexta-feira)
Horário: 09h30 às 13h00m
Carga horária: 12h
Vagas: 15 vagas
Resultado: 09 de agosto de 2019
Critérios para seleção: Através da Carta de Interesse, Carta de Apresentação e Currículo 
Local: Centro de Documentação e História da Saúde – CDHS – Sala 305 do 3º Andar

Tipo de público: Estudantes de Pós-Graduação.

Público Alvo:  
As atividades previstas envolvem um curso para um público formado por alunos de pós-graduação de diferentes perfis. Mais especificamente, o curso será dirigido aos alunos dos seguintes Programas: da Fiocruz, “Mestrado e Doutorado em História das Ciências e da Saúde; e, da UFRJ, “Mestrado e Doutorado em História das Ciências e das Técnicas e da Epistemologia”. De todo modo, o curso será aberto para alunos de outros cursos de pós-graduação em áreas afins e que trabalhem com as temáticas da oficina.


Contato: secadcoc@fiocruz.br


 Haverá processo seletivo?  Sim 

Critérios para seleção
 
Carta de interesse (X)
CV Lattes (X)
Carta de Apresentação (X)
 
Critérios para seleção 
 O candidato deverá apresentar uma carta falando de seu projeto de mestrado e/ou doutorado e explicitar como a participação nesta oficina será importante para seu trabalho. 

Pré-requisito  
Aluno regularmente matriculado em um curso de Pós-Graduação Stritu Sensu, que discuta as questões atinentes ao evento – raça, genética, evolução, darwinismo, História da genética; Genética das populações; História da Eugenia.

 


Editais

Chamada Pública
Veja mais informações e editais aqui