Home Programas de pós-graduação da Fiocruz se destacam em avaliação da Capes
Voltar
Publicado em 20/09/2017
  • Agências (Cnpq, Faperj, Capes)
  • Cooperação
  • Cursos
  • Destaques

Programas de pós-graduação da Fiocruz se destacam em avaliação da Capes

Mais uma vez os cursos de pós-graduação da Fiocruz se destacaram na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgada na última terça-feira (19/9). Nove programas aumentaram a sua nota – sendo que seis cursos receberam a nota máxima – e 20 mantiveram notas iguais ou acima de 5, o que significa um desempenho muito bom. Foram avaliados 42 cursos da Fundação, de mestrado acadêmico e doutorado, e mestrado profissional, alguns em rede ou em colaboração com outras instituições.

O vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz), Manoel Barral, destacou: "Esse resultado é fruto de anos de trabalho desenvolvido por vice-diretores de Educação, coordenadores de programas de pós-graduação, profissionais das secretarias acadêmicas, professores e alunos da instituição, comprometidos com o papel estratégico da Fiocruz na formação de recursos humanos para o Sistema Único de Saúde (SUS) e com o ensino de excelência acadêmica".

Na modalidade mestrado acadêmico e doutorado, nove programas da Fiocruz tiveram desempenho equivalente a padrões internacionais de excelência, com notas 6 e 7, e fazem parte do seleto grupo que reúne 11% dos programas avaliados no Brasil. Os programas em Biologia Celular e Molecular e em Biologia Parasitária, ambos do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz); e Ciências da Saúde, da Fiocruz Minas, receberam a nota máxima, 7. 

Quatro programas tiraram nota 6: Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa e de Patologia Humana (ambos da Fiocruz Bahia, sendo o último em colaboração com a Universidade Federal da Bahia - UFBA); Ensino em Biociências e Saúde e de Medicina Tropical (ambos do IOC); e Saúde Pública e de Epidemiologia em Saúde Pública (da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca - Ensp/Fiocruz).

Mestrado profissional

Três programas de mestrado profissional receberam a nota máxima, que é 5. São os programas de Saúde Pública e de Epidemiologia em Saúde Pública, da Ensp; e de Vigilância Sanitária, do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

Mais seis programas ficaram com nota 4: de Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde, da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz); de Tecnologia de Imunobiológicos, do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz); de Saúde Pública, do Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz Pernambuco); de Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica, do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz); de Saúde da Criança e da Mulher, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz); e de Saúde da Família, da Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família (Renasf), coordenada pela Fiocruz Ceará.

Confira os resultados da avaliação no site da Capes e as notas recebidas pelos cursos da Fundação.

​Por Leonardo Azevedo (CCS/Fiocruz) | Foto: Gutemberg Brito (IOC/Fiocruz)

Parceiros