Apresentação

A RDC 301/19 trouxe uma nova demanda com relação à tomada de decisão baseada em riscos, capilarizando seu alcance por toda organização. Portanto, é necessário descentralizar o conhecimento relacionado à facilitação das análises de riscos à qualidade e treinar todo o público alvo.
A realização e registro das análises de riscos deve se tornar parte das atividades rotineiras e os colaboradores precisam estar capacitados para coordenar reuniões, facilitar as discussões e registrar as discussões em forma de relatório.

O objetivo geral é capacitar o público alvo como facilitadores no processo de análise e registros de riscos, contribuindo para descentralização do conhecimento, promovendo uma rede de colaboradores engajados com a qualidade.

Ao final do treinamento, os colaboradores serão capazes de coordenar as reuniões de análise de riscos, entender a importância de realizar o levantamento prévio das informações históricas e montar, ao menos, o processo a ser analisado, aplicar a ferramenta FMEA, mediar as discussões com foco no objetivo e no escopo da análise de riscos e entender a importância de revisar o risco.