GT de Acolhimento Fiocruz/GTA

Home GT de Acolhimento Fiocruz/GTA
Voltar

GT de Acolhimento Fiocruz/GTA

Missão

Entendendo que a diversidade cultural enriquece e humaniza a instituição e contribui para o avanço acadêmico, cientifico e social da Fiocruz, a missão do GTA é:

Sensibilizar, assessorar e articular diversas instâncias institucionais a fim de facilitar o processo adaptativo e formativo dos estudantes estrangeiros e brasileiros de outras localidades que vêm estudar na Fiocruz-RJ, com vistas a propiciar um acolhimento integrador durante sua estada na Fiocruz.

Histórico

Constituído em janeiro de 2012 por iniciativa da então Coordenação Geral de Pós-Graduação (CGPG), atual Coordenação Geral de Educação (CGE), o Grupo de Trabalho de Acolhimento (GTA) foi proposto em resposta às demandas do ensino internacional, visando a aprimorar a recepção aos alunos brasileiros e estrangeiros que chegavam à Fundação Oswaldo Cruz e facilitar o processo adaptativo durante sua estada no país.

As crescentes necessidades decorrentes da mobilidade acadêmica exigiam uma maior integração entre setores, bem como uma melhor disseminação das informações na instituição. A partir dessa perspectiva, a formação do GTA teve início sob a coordenação da CGPG e com representações do Centro de Relações Internacionais em Saúde (CRIS), da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP) e do Instituto Oswaldo Cruz (IOC).

Inicialmente concebido como um dispositivo de recepção e de encaminhamento das questões relativas ao ensino internacional (CRIS informa 18), gradativamente as ações do GTA ampliaram-se para acolher também alunos brasileiros em situação de migração com fins de estudo.

Objetivos

Formalizado em 2017 pela Portaria 1035/2017-PR, o GTA tem dentre seus objetivos:

  • Assessorar a Presidência da Fiocruz na formulação e implementação de uma política de acolhimento dos estudantes estrangeiros e brasileiros de outras localidades que vêm estudar na Fiocruz-RJ;

  • Promover a integração das ações e atividades institucionais relacionadas ao acolhimento destes estudantes;

  • Construir estratégias de disseminação da informação relacionadas às ações de acolhimento destes estudantes;

  • Participar na elaboração de documentos e materiais de divulgação atinentes à recepção e acompanhamento destes estudantes;

  • Contribuir para a valorização da diversidade cultural.

 

Para a consecução de seus objetivos, O GTA liderou e/ou participou da realização de diferentes ações e atividades, tais como, por exemplo:

  • Proposição e realização de evento voltado para acolhimento aos estudantes estrangeiros e aos brasileiros de outras regiões, o Fiocruz Acolhe (CRIS Informa 13)

  • Participação na elaboração do primeiro Guia do Estudante e inserção de conteúdo específico para estrangeiros

  • Participação na elaboração da Portaria 581/2015-PR, que orienta a oferta de cotutela na Fiocruz

  • Proposição e realização da I Gincana de Integração e Confraternização do GT de Acolhimento da Fiocruz, voltada para a interação entre estudantes estrangeiros e brasileiros, promovendo o multiculturalismo e o respeito à diversidade

  • Elaboração de documento para orientação do fluxo para entrada e saída de estudantes estrangeiros na Fiocruz (colocar link para documento anexo)

 

Contato: fiocruz.acolhe@fiocruz.br

Coordenação GT Acolhimento:

Márcia Silveira (CAD/CGE/VPEIC) e Patricia Cuervo (IOC)

Membros:

Analice Braga e Daniele Lobato (VPEIC); Liliane Botelho Menezes (CRIS)

Galeria de imagens: